sábado, 3 de novembro de 2007

Ícaro





Ícaro se perdeu no Egeu
Por não ouvir a razão
Inebriado com a liberdade e poder.
Que as asas que Dédalo projetou,
Para livrá-los do labirinto
Do Minotauro

As asas foram fixadas com cera,
Para que não se descolassem,
Pai e Filho voando afinal,
advertido Ícaro deveriam voar a uma altura média,
Preocupado com o Sol, para não derreter a cera
Nem tão baixo, para não molhá-las no mar.

Sentindo-se como deuses por ter dominado o ar.
Passaram por Samos, Delos e Lebinto.
Ícaro deslumbrou-se foi em busca do sol.
Que impiedoso a cera derreteu e no Egeu
Ìcaro se perdeu.

Dédalo entendeu
E sua vida agradeceu construindo e
Deixando suas asas como oferenda.
No templo de Apolo
Templo que também construiu
Dora Dimolitsas

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Congresso dos poetas Delmundo


Celito Medeiros

A todos que conhecem bem o movimento POETAS DEL MUNDO, comunicamos que de 24 a 31 de Maio de 2008 , acontecerá na Cidade de Natal, Rio Grande do Norte, Brasil,o encontro de POETAS DEL MUNDO em prol da Paz.
Em meu nome e de todos que representam as letras e as artes no mundo e que aqui se solidarizam em nome da PAZ , venho vos convidar a estarem conosco nestes dias pois sabemos que será um encontro que ,sem dúvidas, propiciará o que aprendemos na UNIPAZ:Ecologia Pessoal, Social e Planetária, para que a PAZ seja não apenas uma palavra mas sim uma ação conjunta praticada pessoal, social e planetáriamente.
Agradeço a Arias Manzo, poeta Chileno ,pela iniciativa e a Delasnieve Daspet , assim como a todos que contribuiram para que este evento se tornasse uma realidade local, regional, nacional, e internacional, unindo através das Artes e da Poesia o que de melhor temos em nós.
Atenciosamente,
Édison Pereira de Almeida
Chanceler do Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais
http://www.ermitaodapicinguaba.com/

Quem é você




Quem
É você
Que chega
De mansinho
Velando
Meu sono,
Beijando-me
De leve,
Quem é você
Que me deixa
Assanhada
Na madrugada
Rasgando meus véus
Levando -me ao céu.
Quem é você.
Dora Dimolitsas